Acesso ao principal conteúdo
Alemanha/Saúde

Aumento de casos de covid-19 na Alemanha alerta autoridades sanitárias

 O matadouro  de Gütersloh, propriedade da Tönnies, no estado alemão  de Renânia do norte-Vestefália representa o novo cluster epidémico na Alemanha.
O matadouro de Gütersloh, propriedade da Tönnies, no estado alemão de Renânia do norte-Vestefália representa o novo cluster epidémico na Alemanha. Friso Gentsch / dpa / AFP
Texto por: RFI
2 min

Na  Alemanha,  tido  como um dos  paíes  europeus  que  melhor geriu a crise sanitária desencadeada pela Covid-19, registou-se  nos  últimos dias a  emergência de novos casos da doença na região de Renânia-do Norte-Vestefália.Mais  de  1.300 casos foram detectados nomeadamente no matadouro da cidade de Gütersloh. O citado matadouro, um dos maiores da Europa, foi identificado com um novo cluster da epidemia. Os sectores da socedade  alemã desfavoráveis  ao fim do confinamento prematruro, decidiram soar a alerta para o ressurgimento  de novo casos de coronavírus no país.             

Publicidade

Mais de 1.300  trabalhadores da firma alemã  de   processamento de carnes, Tönnies,  foram rastreados como positivos ao novo coronavírus, obrigando as autoridades  sanitárias  do estado alemão de Renânia do Norte-Vestefália, a ordenar  que  6.500  empregados da citada empresa e  respectivas  famílias fossem colocados  sob quarentena.

Este novo cluster da epidemia na  Alemanha detectado no matadouro  da  referida  empresa,  situada nos  subúrbios  da  cidade deGütersloh,  foi  identificado pela primeira   primeira  vez  na passada quarta-feira depois  de  400 trabalhadores terem sido testados  como positivo.

O número  de casos positivos registava na  sexta-feira um aumento que alertou os sectores alemães que tinham considerado prematuro o final do confinamento no país.

Este ressurgimento de  novos casos  e Covid-19, na  Alemanha, são atribuídos, aos matadouros, centros  de  logística e abrigos para refugiados.

  A  maioria dos empregados dos matadouros, designadamente, são trabalhadores migrantes, que residem em  alojamentos com  um número excessivo  de moradores.

De acordo com  as autoridades sanitárias do citado Estado alemã (Land) os  cultos religiosos e as festas  familiares  também sido identificados como núcleos de propagação da Covid-19  na  Alemanha.

Os serviços de saúde da Renânia do norte-Vestefália, afirmaram que não há previsões de novos casos da epidemia na região.

Segundo o ministro-presidente da Renânia do norte-Vestefália, o equivalente de governador regional, Armin Laschet, até a data o seu estado não tinha registado um cluster de contaminação, tão importante como o de Gütersloh.  

Aumento do número de casos de covid-19 na Alemanha

                 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.