Acesso ao principal conteúdo
Mundo

Portugueses protestam em Lisboa e Porto contra ameaças feitas a deputadas e ativistas

Manifestações em Lisboa e Porto contra o racismo e o fascismo da extrema direita
Manifestações em Lisboa e Porto contra o racismo e o fascismo da extrema direita LUSA - ANTÓNIO COTRIM
Texto por: Luís Guita
3 min

Combater o racismo e o fascismo, assim como demonstrar que "jogos de intimidação" não demoverão quem defende "uma sociedade livre de opressões, totalitarismos, racismo e de discriminações, foram as grandes linhas de força de manifestações contra o racismo este domingo em Lisboa e Porto. 

Publicidade

"Não passarão" foi a palavra de ordem dos militantes anti-fascistas e anti-racistas que saíram às ruas, este domingo, em Lisboa e no Porto.

Combater o racismo e o fascismo, assim como demonstrar que "jogos de intimidação" não demoverão quem defende "uma sociedade livre de opressões, totalitarismos, racismo e de discriminações", levou centenas de pessoas ao Largo Luís de Camões, em Lisboa, e à Avenida dos Aliados, no Porto.

Organizadas pela Frente Unitária Antifascista, como necessariamente, funcionaram como um protesto contra a ameaça, feita na semana passada, por  "organizações de extrema-direita neonazis" a três deputadas, a activistas anti-racismo e a sindicalistas.

Considerando que a ameaça às deputadas é uma ameaça à democracia e a todos os portugueses, o movimento, que luta contra os discursos xenófobos, racistas e a intimidação, afirma ser essencial "combater o ódio e como o regresso ao passado"

De Lisboa, o nosso correspondente, Luis Guita.

Manifestação contra o racismo em Portugal

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.