Acesso ao principal conteúdo
Reino Unido

PM britânico, Boris Johnson, propôs trabalho a partir de casa para combater coronavírus

PM britânico, Boris Johnson, propos trabalho a partir de casa para combater coronavírus
PM britânico, Boris Johnson, propos trabalho a partir de casa para combater coronavírus POOL/AFP
Texto por: Bruno Manteigas
4 min

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou novas medidas para combate o coronavírus, nomeadamente, propondo às pessoas a trabalharem de casa. Boris Johnson, avisou que estas medidas podem permanecer em vigor até à primavera do ano que vem.

Publicidade

O primeiro-ministro britânico disse hoje às pessoas para voltarem a trabalhar a partir de casa se puderem no âmbito de um pacote de novas medidas para controlar a pandemia covid-19 em Inglaterra. 

Boris Johnson confirmou também que bares e restaurantes vão ser obrigados a fechar às 10 da noite e que empregados e clientes vão ter de usar máscara no interior.  

E ameaçou ainda com multas mais altas para quem desrespeitar as regras.  

O primeiro-ministro avisou que estas medidas podem permanecer em vigor até à primavera. “A não ser que façamos progressos visíveis, devemos assumir que as restrições que anunciei vão permanecer durante possivelmente seis meses”. 

Em poucos dias o tom de Boris Johnson mudou. Até à semana passada prometia milhões de testes rápidos e fáceis e falava com otimismo num Natal em família.  

Mas no fim-de-semana ficou claro que o número de novos casos no Reino Unido está a aumentar rapidamente.

Johnson disse hoje querer evitar um novo confinamento nacional, mas admitiu que se a pandemia não for controlada, serão necessárias medidas mais drásticas.  

De Londres, o nosso correspondente, Bruno Manteigas. 

Correspondência de Bruno Manteigas do dia 22 de Setembro de 2020

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.