Mundo

Forças da junta militar esmagam manifestações provocando mortes em várias cidades de ex Birmânia

Forças da junta militar esmagam manifestações provocando mortes em várias cidades de Birmânia
Forças da junta militar esmagam manifestações provocando mortes em várias cidades de Birmânia REUTERS - STRINGER

Mais um domingo de violência em Rangun e várias outras cidades da antiga Birmânia, onde as forças da junta militar reprimiram hoje manifestantes que respondiam ao apelo de um dia de greve geral. Segundo várias fontes a repressão teria provocado entre 6 e 13 mortos no país.

Publicidade

Pelo menos 6 pessoas confirmadas mortas hoje pelas forças de segurança que intervieram na capital e outras cidades de Myanmar para dispersar manifestantes apelados para assinalar um dia de greve geral.

Desde o golpe de Estado de há um mês a repressão deste domingo foi considerada a pior durante a qual houve igualmente imensos feridos e presos no seio dos grupos e movimentos pró-democracia.

Myanmar está sacudido por uma onda de manifestações e uma campanha de desobediência civil desde o golpe de estado da junta militar que derrubou Aung San Suu Kyi a 1 de fevereiro.

Balas reais e de borracha das forças da ordem contra manifestantes

Face às manifestações pacíficas, as forças da ordem e de segurança intensificaram o uso da força dispersando manifestantes recorrendo ao uso de gás lacrimogéneo, canhões de água, balas de borracha e mesmo balas reais.

O chefe da junta militar, general, Min Aung Hlaing, disse que houve apenas um uso da força mínima contra os manifestantes. Mas o facto é que desde o golpe, já houve pelo menos 11 mortos civis confirmados e 1 polícia.

Esta violência e repressão foi hoje condenada pelo Conselho dos direitos humanos da ONU, e também pelo Observatório dos direitos humanos.

Nos útimos dias, o representante da antiga Birmânia na ONU denunciou  golpe militar na assembleia geral em Nova Iork, assim como os diplomatas dos Estados Unidos, da União europeia e da Organização da cooperação islâmica na sede da organização mundial das Nações Unidas.

Forças da junta militar esmagam manifestações provocando mortes em várias cidades de Birmânia

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI