Moçambique

Força para proteger investimentos de Cabo Delgado de ataques terroristas

 Cabo Delgado no extremo norte de Moçambique e alvo de ataques terroristas, estão assegurados por uma força especial. 
Cabo Delgado no extremo norte de Moçambique e alvo de ataques terroristas, estão assegurados por uma força especial.  ADRIEN BARBIER AFP

Os investimentos na península de Afungi na província de Cabo Delgado no extremo norte de Moçambique e alvo de ataques terroristas, estão assegurados por uma força especial. O anúncio foi hoje feito pelo comandante geral da polícia Bernardino Rafael que revelou igualmente que o país conta com quatro teatros operacionais. 

Publicidade

A missão é clara diz o Comandante-Geral da Polícia e resulta da criação de um teatro operacional especial para proteger a riqueza na província mais a norte de Moçambique. 

Em Palma, temos um teatro, temos lá os efectivos para garantir aquilo que é o interesse económico do país, o gás natural liquefeito. O país tem na prática, quatro teatros operacionais.

O comandante geral da polícia de Moçambique, Bernardino Rafael, falava hoje na Academia de ciências policiais, ACIPOL, em Maputo,  durante a cerimónia de patenteamento de oficiais superiores e superintendentes da polícia.

Um dia em que em cerimónias separadas, o Presidente da República empossou entre vários quadros da defesa, o novo chefe da casa Militar, o brigadeiro Tiago Nhampele e o chefe de estado maior general das forças de defesa de Moçambique Joaquim Mangrasse  que substitui no cargo a Eugénio Mussa, indicado para o cargo em finais de janeiro e que tinha como meta o fim do terrorismo este ano, perdeu a vida em Fevereiro.

De Maputo, o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

Correspondência de Moçambique, 16/3/2021

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI