Acesso ao principal conteúdo

"O mais importante é saber que, nós mulheres, somos capazes de tomar decisões"

Mulher guineense em Bissau
Mulher guineense em Bissau © RFI/Neidy Ribeiro
Texto por: Neidy Ribeiro | Lígia ANJOS
5 min

Assinala-se este domingo o Dia Internacional da Mulher. Nas ruas de Bissau, homens e mulheres reconhecem a importância desta data.

Publicidade

O dia é marcado com protestos em várias cidades, reivindicando medidas contra a desigualdade e violência de género.

"O dia 8 de Março é um dia importante na vida das mulheres de África, Guiné-Bissau e em todo o mundo. O mais importante é saber que, nós as mulheres, somos capazes de tomar decisões que possam ir ao encontro dos nossos políticos", lembra uma mulher nas ruas de Bissau.

Também os homens reconhecem a importância do dia; "nos 365 dias existe um dia para as nossas mulheres porque elas merecem, mas se fosse eu a decidir deveria ser uma semana".

Vox pop importância do Dia Internacional da Mulher

Na Guiné-Bissau, a participação das mulheres na vida politica registou um aumento residual, Elisa Tavares Pinto, coordenadora a Rede de Paz e Segurança das Mulheres no Espaço CEDEAO, admite que essa participação ainda está longe do ideal.

"Ainda estamos num contexto em que deve haver uma lei para a paridade e ainda falta muito para que a participação da mulher atinja um nível em que não seria necessária uma lei da paridade", lembra Elisa Tavares Pinto.

A lei é indispensável, aponta a coordenadora a Rede de Paz e Segurança das Mulheres no Espaço CEDEAO, "para que os homens reconheçam que devem trabalhar ao lado das mulheres".

Elisa Tavares Pinto, coordenadora a Rede de Paz e Segurança das Mulheres no Espaço CEDEAO

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.