Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Madem, PRS e APU-PDGB assinaram um acordo de incidência parlamentar

Parlamento da Guiné-Bissau.
Parlamento da Guiné-Bissau. © AFP/ISSOUF SANOGO
Texto por: RFI
4 min

Na Guiné-Bissau os partidos Madem, PRS e APU-PDGB assinaram nesta sexta-feira 15 de Maio um acordo de incidência parlamentar.

Publicidade

Os partidos Madem, PRS e APU-PDGB dizem que constituem uma nova maioria no Parlamento. Agora vão remeter o acordo para o Supremo Tribunal de Justiça e ao Presidente guineense, Umaro Sissoco Embaló.

Jorge Mandinga, dirigente do partido APU-PDGB, em declaraçoes recolhidas pelo nosso correspondente Mussá Baldé, diz que já não há mais dúvidas sobre a maioria no parlamento guineense.

Jorge Mandinga, dirigente do partido APU-PDGB

Refira-se ainda que na semana passada, um outro grupo de partidos, encabeçados pelo PAIGC dizia ter a maioria no parlamento guineense, logo com capacidade para liderar a governação do país.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.