Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Guiné-Bissau: Falta de entendimento para Governo de base alargada

Assembleia Nacional Popular. 9 de Maio de 2017.
Assembleia Nacional Popular. 9 de Maio de 2017. SEYLLOU / AFP
Texto por: Mussá Baldé
4 min

Está a chegar a data limite imposta pela CEDEAO para que a Guiné-Bissau tenha um novo Governo. Na qualidade de vencedor das eleições legislativas, o PAIGC chamou os partidos com assento parlamentar para a busca de consensos. Mas, não houve entendimento.

Publicidade

O PAIGC queria que as reuniões decorressem na sua sede, em Bissau, mas os partidos com assento parlamentar sugeriram um lugar neutro e os encontros acabaram por acontecer no parlamento.

Odete Semedo, a segunda vice-presidente do PAIGC disse aos jornalistas que o partido pretendeu com a iniciativa forjar consensos, criar um Governo de base alargada, mas dirigido pelo PAIGC, enquanto vencedor das últimas legislativas.

Os partidos União para a Mudança, Partido da Nova Democracia e quatro deputados do partido APU-PDGB continuam do lado do PAIGC a quem reconhecem o direito de formar o executivo.

Odete Semedo afirmou que caberá agora ao Presidente Umaro Sissoco Embaló tirar as suas ilações.

A questão é que os partidos Madem G-15, PRS e o líder da APU-PDGB, reafirmaram a sua determinação em liderar o Governo, por serem a nova maioria no parlamento.

À luz das recomendações da CEDEAO, o Presidente Embalo tem até sexta-feira, dia 22 de Maio, amanhã, para formar um novo Governo de acordo com os resultados das últimas legislativas.

O problema reside justamente em saber de que lado está a maioria de deputados no parlamento, se do lado do PAIGC e os seus aliados ou se do lado do Madem-G15 e seus parceiros.

A palavra está agora do lado do Presidente Umaro Sissoco Embaló que já avisou que em caso de dificuldades no entendimento entre os partidos, dissolve o parlamento.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.