Acesso ao principal conteúdo
Guiné Bissau

Autoridades políticas da Guiné-Bissau estendem estado de emergência, mas aligeiram restrições

Autoridades políticas da Guiné Bissau alargam estado de emergência mas dão início a um processo de desconfinamento progressivo
Autoridades políticas da Guiné Bissau alargam estado de emergência mas dão início a um processo de desconfinamento progressivo RFI/Charlotte Idrac
Texto por: Mussá Baldé
1 min

As autoridades guineenses prolongaram o estado de emergência, mas decidiram iniciar o desconfinamento. Com mais de mil pessoas infetadas com a covid-19, com a doença a atingir já as cidades do interior, como Bafatá e Gabú, no leste, as autoridades políticas da Guiné-Bissau decidiram estender o estado de emergência, mas ao mesmo tempo aligeirar as restrições nas atividades da população. 

Publicidade

O Presidente da Guiné Bissau, Umaro Sissoco Embaló quer uma retoma gradual das atividades económicas para evitar o "colapso da economia".

O Governo já publicou o decreto para regulamentar o desconfinamento: As fronteiras serão reabertas, mas quem entra e sai do país terá que apresentar um certificado negativo de covid-19.

As fronteiras estarão abertas, mas mantêm-se o recolher obrigatório das pessoas, a partir das 20 horas.

A circulação na via publica só é permitida das 07 da manha às 18 horas.

Mas, quem é de Bissau não pode viajar para o interior e quem é do interior não pode entrar em Bissau.

Em Bissau, os transportes públicos, como táxis, vão voltar a circular mas com lotação reduzida ao meio. A venda ambulante é permitida, os locais de culto voltarão a receber os fieis, mas o uso de mascaras será obrigatório.

As novas medidas vão ao encontro de apelos de vários setores de atividades que já reclamavam pela retoma da vida normal, ainda mais quando se sabe que mesmo com as restrições, os casos de infeção pela covid-19 continuam a subir.

De Bissau, o nosso correspondente, Mussá Baldé.

Correspondência da Guiné-Bissau, 26/5/2020

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.