Convidado

Umaro Sissoco Embaló vai apresentar queixa-crime contra Aristides Gomes

Áudio 04:33
Umaro Sissoco Embaló, Presidente da República da Guiné-Bissau, na RFI a 16 de Julho de 2020.
Umaro Sissoco Embaló, Presidente da República da Guiné-Bissau, na RFI a 16 de Julho de 2020. © RFI/Miguel Martins

Em entrevista à RFI, o Presidente guineense disse que está a formalizar uma queixa-crime contra Aristides Gomes, o antigo primeiro-ministro, que durante a campanha eleitoral o acusou de tentativa de golpe de Estado. "Estou a formalizar essa queixa-crime contra o cidadão Aristides Gomes, porque acusou-me enquanto candidato e agora tenho também direito de defender-me". 

Publicidade

Questionado sobre as perseguições de que foram alvo alguns deputados e bloggers no país, Umaro Sissoco Embaló afirmou que não há perseguições políticas na Guiné-Bissau, um país que define como democrático.

"Nenhum deputado foi perseguido na Guiné-Bissau. A Guiné-Bissau é um país democrático". 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI