Convidado

Guiné-Bissau quer instituir ensino bilingue português/árabe

Áudio 07:32

Guiné-Bissau quer introduzir o ensino bilingue português/árabe
Guiné-Bissau quer introduzir o ensino bilingue português/árabe Getty Images

Na Guiné-Bissau o ministro da educação e ensino superior Arsénio Djibril Baldé, anunciou recentemente, que já foi aprovada a introdução da língua árabe no sistema educativo, a par do português, a língua oficial.O ensino bilingue obrigatório português/árabe está a gerar polémica, alguns defendendo que o crioulo, falado por 90% da população deveria ser sistematizado e ensinado, ou ainda, que o português deveria ser ensinado como segunda língua e não primeira, o que é uma flagrante violação dos direitos da criança.Com todas as dificuldades que o país enfrenta, inclusivé no sector da educação e em plena pandemia da Covid-19, não é o momento oportuno para trazer questões fracturantes para o debate nacional, como defende Nelvina Barreto, antiga ministra e especialista em questões de educação.