Guiné Bissau

PGR da Guiné-Bissau instaurou inquérito para saber como morreu activista Bernardo

 Procuradoria-Geral da República da Guiné-Bissau instaurou um inquérito para apurar responsabilidades sobre a morte de Bernardo.
Procuradoria-Geral da República da Guiné-Bissau instaurou um inquérito para apurar responsabilidades sobre a morte de Bernardo. © Facebbok
Texto por: Mussá Baldé
5 min

O Procurador Geral da República da Guiné-Bissau quer tirar a limpo todas as suspeitas que se abrem sobre o comportamento médico e que teriam ditado a morte do jurista e activista social Bernardo Mário Catchura. Fernando Gomes mandou abrir um inquérito nesse sentido. Foi o que anunciou hoje, em conferência de imprensa, a vice-procuradora-geral da República, Teresa Mendes.

Publicidade

A Procuradoria-Geral da República da Guiné-Bissau instaurou um inquérito para apurar responsabilidades de pessoas sobre a morte do activista social e ex-presidente do Movimento de Cidadãos Inconformados, Bernardo Catchura, disse hoje fonte da instituição.

Em conferência de imprensa, a vice-Procuradora Geral da República Teresa Mendes anunciou a abertura do inquérito e pediu calma aos amigos e familiares de Bernardo Catchura que morreu na passada sexta-feira, aos 39 anos.

"O Procurador Geral da República mandou abrir o competente inquérito para apurar responsabilidades de quem quer que seja", sobre a morte de Catchura, que era também músico e jurista.

Teresa Mendes disse ter sido com "profunda consternação" que o Ministério Público tomou conhecimento da morte de Catchura mas pede aos familiares e amigos que permitam que seja apurada a veracidade das suspeitas que disse recaiam sobre as circunstâncias que levaram ao sucedido.

Manuela Mendes, vice-procuradora Geral da República da Guiné-Bissau

Um colectivo de advogados guineenses, coordenado por Sana Canté, vai patrocinar uma acção judicial para exigir "total esclarecimento e responsabilização" dos implicados na morte "por ação ou por omissão" de Bernardo Catchura.

Para o médico-cirurgião que tratou o activista, Bernardo Catchura, deu entrada na sua clínica, com os intestinos entupidos.  

Oiçamos a esse respeito, o nosso correspondente, em Bissau, Mussá Baldé.

Correspondência de Bissau, 2/2/2021

 

 

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI