Jornalistas agredidos

Jornalista guineense Adão Ramalho espancado em Bissau

Jornalista Adão Ramalho, da rádio Capital FM.
Jornalista Adão Ramalho, da rádio Capital FM. © https://www.facebook.com/radiojovembissau/posts/3770856576327327

O jornalista guineense da Rádio Capital FM, Adão Ramalho, foi esta sexta-feira, 12 de Março, espancado nas ruas da capital. Este é o segundo jornalista agredido esta semana na Guiné-Bissau.

Publicidade

O jornalista guineense Adão Ramalho da rádio Capital FM foi esta sexta-feira espancado quando cobria a chegada do líder do PAIGC, Domingo Simões Pereira, ao país.

À RFI, o jornalista denuncia uma tentativa de sequestro que resultou numa agressão e explica o que aconteceu; "estávamos na comitiva da recepção do líder do PAICG a fazer cobertura jornalística. No nosso carro encontrava-me com duas outras pessoas, um motorista e outro colega. Acontece que no hotel império fomos interceptados por seguranças que nos disseram que não podíamos regressar à sede do PAIGC", descreveu.

Adão Ramalho tem vindo a ser ameaçado nos últimos anos e denuncia um acto premeditado. "É uma situação premeditada. Quando saí do carro apareceu um agente de segurança, mas notava-se a presença de uns quinze homens à paisana armados. Foi assim que me tiraram do carro. Foi uma tentativa de me raptarem e como houve resistência levei com um murro na cara e houve intervenção dos meus colegas. Houve resistência e acabaram por desistir", concluiu.

A Rádio Capital FM denunciou a agressão ao seu jornalista em pleno “exercício da profissão" e manifestou "total solidariedade". A emissora vai "reportar os incidentes às entidades responsáveis pela segurança dos jornalistas, exigindo que sejam apuradas responsabilidades".

Também o líder do PAIGC, Domingo Simões Pereira, repudiou a agressão. “Não posso admitir aquilo que vi hoje, fui testemunha ocular da forma desumana como foi agredido o jornalista Adão Ramalho”, afirmou Domingos Simões Pereira.

Esta é a segunda agressão contra jornalistas registada esta semana na Guiné-Bissau. O presidente da Guiné-Bissau visitou esta sexta-feira o Senegal, onde se encontrou com o homologo Macky Sall. No final do encontro, Umaro Sissoko Embaló lamentou os episódios de violência que abalaram o país nos últimos dias.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI