Guiné-Bissau/Portugal

Visita de Marcelo Rebelo de Sousa a Bissau gera polémica

Um homem passa por um cartaz com a  informação da visita oficial do Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa, que decorre entre 17 e 18 de Maio em Bissau, na Guiné-Bissau, 17 de maio de 2021. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA
Um homem passa por um cartaz com a informação da visita oficial do Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa, que decorre entre 17 e 18 de Maio em Bissau, na Guiné-Bissau, 17 de maio de 2021. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA LUSA - JOSÉ SENA GOULÃO

Há 33 anos que um chefe de Estado português não visitava oficialmente a Guiné-Bissau. Marcelo Rebelo de Sousa visita a capital guineense esta segunda e terça-feira a convite do Presidente guineense, Umaro Sissoco Embaló. Uma visita que suscita comentários tanto de apoio quanto de repúdio. 

Publicidade

O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, inicia esta segunda-feira, 17 de Maio, uma visita oficial à Guiné-Bissau. Antes de chegar a Bissau, faz uma passem por Cabo Verde. 

É a primeira visita oficial de um Presidente da República português a Bissau nas últimas três décadas: a visita de Marcelo acontece depois do antigo Presidente português, Mário Soares, ter visitado a Guiné-Bissau, em Novembro de 1989. Cavaco Silva esteve na Guiné-Bissau em 2006, não em visita oficial, mas para participar na cimeira dos chefes de Estado e de governo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

33 anos depois da última vez que um chefe de Estado português à Bissau por dois dias a convite do amigo Umaro Sissoco Embaló. A visita é de amizade, mas internamente é motivo de muitas críticas. 

Os críticos defendem que Marcelo Rebelo de Sousa não deveria visitar a Guiné-Bissau, um país cujas autoridades não estariam a respeitar os Direitos Humanos, segundo eles.

Bissau está a ser ornamentada para receber esta segunda-feira o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa. É uma visita que as autoridades estão a apresentar como de amizade e de reforço de cooperação entre Bissau e Lisboa, mas esta visita de Marcelo Rebelo de Sousa está a suscitar vários comentários, alguns de apoio e outros de repúdio.

Uma das vozes críticas é o Movimento de Cidadãos Conscientes e Inconformados, através do líder do Movimento, advogado Sana Cante.

Por seu lado, Inussa Mane, do Movimento “No Kumpu Guiné” aplaude a visita de Marcelo Rebelo de Sousa, que considera de amigo da Guiné-Bissau, defendendo que os posicionamentos contra a visita são jogos políticos por parte de adversários do Presidente Umaro Sissoco Embaló.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI