Guiné-Bissau/Economia

Mercado guineense abastecido com mais de 400 toneladas de pescado

Vendedoras de pescado no Mercado de Bandim, em Bissau. O executivo bissau-guineense tomou novas medidas para dar uma maior eficácia ao sector das pescas no país.
Vendedoras de pescado no Mercado de Bandim, em Bissau. O executivo bissau-guineense tomou novas medidas para dar uma maior eficácia ao sector das pescas no país. © RFI

No dia 12 de Maio, o Presidente guineense trocou o ministro das Pescas. Tirou Malam Sambu e colocou Mário Fambé.O Presidente disse que era inaceitável que a Guiné-Bissau, país com muita potencialidade no sector das Pescas, tenha pouco pescado no mercado interno. Mário Fambé já está a mudar o cenário. O nosso correspondente em Bissau Mussá Baldé tem mais pormenores.

Publicidade

No dia em que deu posse a Mário Fambé como ministro das Pescas, a 15 de Maio de 2021, Umaro Sissoco Embaló disse que era inadmissível, que o país continuasse a não ter pescado no mercado.

O Presidente da Guiné-Bissau deu 45 dias ao novo ministro, para começar a inverter a situação.

 Mário Fambé aceitou o repto  e  ordenou os armadores, que pescam nas águas guineenses, a iniciarem o abastecimento do mercado com o pescado.

O ministro guineense das Pescas afirmou ser inaceitável que o país tenha “uma grande potencialidade” no sector das Pescas e que apenas contribua com 5%  para o Produto Interno Bruto.

Mário Fambé já determinou que futuramente qualquer operador que tenha a licença de pesca nas águas da Guiné-Bissau, terá que descarregar parte da sua captura para o abastecimento do mercado interno.

Para a nova equipa do ministério das Pescas, não faz sentido que o pescado guineense seja vendido por inteiro ao Senegal, de onde as mulheres vão comprar peixe para voltar a vender o mesmo peixe  na Guiné-Bissau.

 Ouça aqui a correspondência  de Mussá Balde:

Correspondência de Bissau, 8/6/2021

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI