Acesso ao principal conteúdo
Economias

Guiné-Bissau: urgente diversificar a economia

Áudio 16:19
Caju
Caju AFP

Desde esta quinta-feira (3/05) Guiné-Bissau o preço de comercialização da castanha de caju é livre, e os 1000 francos CFA/kg impostos a 24 de Março pelo Presidente José Mário Vaz, passam a ser apenas o preço de referência.O caju é o principal produto de exportaçao do país, mas os compradores, sobretudo indianos e vietnamitas têm recusado pagá-lo a esse preço.Para o sociólogo guineense Miguel de Barros esta liberalização do preço desbloqueia aparentemente a situação, mas deverá haver responsabilização dos diferentes actores que levaram a este impasse, embora segundo ele, nada mudará estruturalmente no país, enquanto não se diversificar a economia, pondo fim ao monopólio do caju.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.