Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Deputados expulsos do PAIGC procuram “alianças estratégicas”

Imagem de Arquivo.
Imagem de Arquivo. SEYLLOU SEYLLOU / AFP
Texto por: RFI
4 min

Na Guiné-Bissau, o grupo dos 15 deputados expulsos do PAIGC está a trabalhar em “alianças estratégicas” para as eleições legislativas de 18 de Novembro. O coordenador do grupo, Braima Camará, aponta o PRS como um partido com o qual há convergências. 

Publicidade

Os partidos e grupos políticos começam a afinar estratégias para as eleições legislativas de 18 de Novembro. O grupo dos 15 deputados expulsos do PAIGC está reunido numa espécie de convenção nacional, em Bissau, para decidir com quem e como se vai apresentar nas eleições.

Nos bastidores da convenção, admite-se que o grupo se devia juntar ao Partido da Renovação Social (PRS), integrando as listas de candidatos a deputados ao parlamento.

O coordenador do grupo, Braima Camará, disse à RFI que se está a trabalhar em “alianças estratégicas” e disse que há "uma grande convergência" com o PRS. Além disso, ele considera que o grupo não deve virar as costas ao PRS por ser o partido que esteve sempre do lado dos deputados expulsos do PAIGC.

Os cerca de 600 delegados reunidos no conclave do grupo dos 15 devem determinar, ainda este sábado, se se juntam ao PRS.

Oiça aqui a reportagem de Mussá Baldé, o correspondente da RFI em Bissau.

 

Reportagem de Mussá Baldé

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.