Acesso ao principal conteúdo
Guiné-Bissau

Bissau ainda à espera dos "kits" para recenseamento

Assembleia de voto em Bissau. 18 de Maio de 2014.
Assembleia de voto em Bissau. 18 de Maio de 2014. SEYLLOU / AFP
Texto por: RFI
1 min

O primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Aristides Gomes, esteve reunido, esta quarta-feira,  com os cinco partidos políticos com assento parlamentar e explicou-lhes os atrasos no recenseamento eleitoral. Só quando chegarem os"kits" de registo biométrico é que vai ser comunicada a data do início do recenseamento.  Fica por saber se este atraso vai adiar a ida às urnas inicialmente prevista para 18 de Novembro. 

Publicidade

As eleições legislativas estão marcadas para 18 de Novembro, mas o recenseamento eleitoral ainda não começou devido a atrasos na chegada dos “kits” de registo biométrico. Porém, esse recenseamento devia ter começado a 23 de Agosto.

Hoje, o chefe de Governo da Guiné-Bissau, Aristides Gomes, esteve reunido com os partidos políticos com assento parlamentar para explicar os atrasos.

No final, Domingos Simões Pereira, presidente do PAIGC, disse que se espera que os 'kits' possam chegar "nas próximas horas" e que, assim que chegarem, o Governo vai comunicar a data do início do recenseamento e, eventualmente, um novo cronograma para a ida às urnas. 

O vice-presidente do PRS, Certório Biote, disse que é ainda prematuro admitir o adiamento das eleições.

Na sexta-feira, a Comissão Nacional de Eleições defendeu um novo cronograma eleitoral por causa da lei sobre a inalterabilidade dos cadernos eleitorais.

Oiça aqui a crónica de Mussá Baldé.

Mussa Baldé, Correspondente da RFI em Bissau

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.