Guiné-Bissau

PRS propõe diálogo interno na Guiné-Bissau

Apoiantes do PRS durante um comício de campanha para as eleições legislativas do partido em Mensabá. 06 de Março 2019.
Apoiantes do PRS durante um comício de campanha para as eleições legislativas do partido em Mensabá. 06 de Março 2019. PAULO CUNHA/LUSA

O PRS propôs, hoje, a realização de um diálogo interno para acabar com o impasse na Assembleia Nacional Popular.

Publicidade

Victor Pereira, porta-voz do Partido da Renovação Social, terceira força no novo parlamento guineense, defende que “só um diálogo franco” entre as diferentes forças partidárias representadas na assembleia nacional poderá acabar com o impasse e abrir um novo ciclo político no país.

O PRS acusa o PAIGC, partido vencedor das legislativas de 10 de Março de 2019, de postura “antidemocrática” e “ilegítima” ao querer ficar com lugares, que não lhe pertencem, na mesa da direcção do parlamento.

Na sua leitura do regimento do parlamento, o PRS reclama para si o lugar de primeiro secretário da ANP, lugar que o PAIGC diz ser seu. A terceira força no novo parlamento guineense acrescenta que está a analisar os procedimentos jurídicos a seguir para a obtenção do lugar que diz ser “seu por direito".

Com a colaboração de Mussá Baldé, correspondente em Bissau.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI