Acesso ao principal conteúdo
Convidado

Renamo, “partido civil com mentalidade militar”

Áudio 08:58
Imagem de arquivo.
Imagem de arquivo. STEFAN BARBIER / AFP
11 min

A Renamo é um partido civil que “funciona com mentalidade militar, sempre há espera que alguém dê a ordem”, quem o diz é Michel Cahen, investigador ligado ao Les Afriques dans le Monde, o pólo de estudos africanos da Universidade de Ciências Políticas de Bordéus.

Publicidade

Ao microfone da RFI o investigador analisa a derrota do maior partido da oposição em Moçambique nas eleições de Outubro de 2019 e dá-nos conta dos desafios de Ossufo Momade, o líder da Renamo, para o próximo quinquénio.

Michel Cahen destaca que “ao contrário de Afonso Dhlakama, com Ossufo Momade, o partido [a Renamo] é mais importante que o seu presidente”, facto que pode ser benéfico a longo prazo para a formação política.

Michel Cahen foi entrevistado em Paris à margem do debate "As Crises de Moçambique" que decorreu no Instituto Francês de Relações Internacionais, onde apresentou a análise: “A Renamo como partido político armado. Uma análise dos seus antigos combatentes e a campanha eleitoral de 2019”.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.