Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Governo moçambicano pede confiança para com a justiça no caso das dívidas ocultas

Barcos da EMATUM no Porto de Maputo, 22 de Abril de 2016. Imagem de Arquivo.
Barcos da EMATUM no Porto de Maputo, 22 de Abril de 2016. Imagem de Arquivo. © STRINGER / AFP
Texto por: RFI
1 min

Todos os implicados na contracção da dívida pública de Moçambique no país e no estrangeiro serão responsabilizados, assegura o ministro da economia e finanças.

Publicidade

Adriano Maleane apela a sociedade a confiar na justiça que tem, afirmando estar a trabalhar para o desfecho do caso que envolve as empresas EMATUM, Proindicus e MAM.

A justiça moçambicana está a trabalhar para responsabilizar os implicados na contracção da dívida de pouco mais de 1,7 mil milhões de euros em nome das empresas MAM, EMATUM e Proindicus com o aval do Estado garantiu o ministro da economia e finanças, Adriano Maleane.

Por outro lado assegura o ministro da economia e finanças de Moçambique que o Governo está empenhado em trazer para um nível sustentável a dívida pública de Moçambique.

Recorde-se que a descoberta desta dívida pública levou em 2016 os parceiros programáticos de Moçambique a suspenderem toda ajuda directa ao Orçamento do Estado.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

Correspondência de Maputo 15-05-2020 MM

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.