Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Em Moçambique grande parte da população sem acesso ao ensino por TV e Internet

Grande parte da população de Moçambique não tem acesso à Internet e TV para acompanhar ensino à distância neste período de quarentena devido ao coronavírus
Grande parte da população de Moçambique não tem acesso à Internet e TV para acompanhar ensino à distância neste período de quarentena devido ao coronavírus AFP
Texto por: Orfeu Lisboa
2 min

Em Moçambique, não estão a ser inclusivas, as alternativas de ensino, por meio da Rádio, Televisão e Internet, em implementação pelo Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano durante o período do estado de emergência em vigor até ao dia 30 deste mês. Isto porque a maioria da população não dispoe desses meios electrónicos.

Publicidade

Não estão a ser inclusivas, as alternativas de ensino, por meio da Rádio, Televisão e Internet, em implementação pelo Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano de Moçambique durante o período do estado de emergência em vigor até ao dia 30 deste mês.

São dados de um estudo de avaliação levado a cabo em todo o país e, cujos resultados foram partilhados em Maputo, pela organização da sociedade civil, Instituto para a Democracia Multipartidária.

Osman Cossing, gestor de Projectos da organização e que conduziu o estudo, aponta que grande parte da população não tem acesso a estes aparelhos electrónicos e meios.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.