Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Moçambique em estado de emergência por mais 30 dias

Mozambique President Filipe Nyusi, pictured here on July 11, has vowed to "fight and hunt" militants who have staged raids on remote communities
Mozambique President Filipe Nyusi, pictured here on July 11, has vowed to "fight and hunt" militants who have staged raids on remote communities AFP/File
Texto por: Orfeu Lisboa
1 min

O presidente moçambicano Filipe Nyusi, prorrogou por 30 dias, o estado de emergência. Procurar conter a propagação do novo coronavírus é o principal objectivo.Todas as províncias moçambicanas registam casos e contam-se dois mortos.

Publicidade

Nesta quinta-feira o Niassa deixou de ser a última província moçambicana sem casos de Covid-19, a pandemia que fez um segundo óbito num universo de 234 casos.

A decisão de prolongar o estado de emergência surge segundo Filipe Nyusi, chefe de Estado moçambicano, da constatação das violações das regras de prevenção determinadas pelas autoridades à luz do estado de emergência.

O confinamento, distanciamento social e o uso da máscara facial são medidas que não foram integralmente observadas.

As autoridades de saúde alertam que o continuo incumprimento das medidas de prevenção pode ditar o aumento de casos e de mortes pela covid-19 em Moçambique.

Confira aqui a reportagem de Orfeu Lisboa em Moçambique.

Correspondência de Orfeu Lisboa

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.