Moçambique

Fogo posto no Canal de Moçambique

Combate a incêndio
Combate a incêndio REUTERS/Mikhail Voskresensky

O Canal de Moçambique teria sido, mesmo, alvo de um incêndio criminoso. As autoridades confirmaram que as perícias confirmam fogo posto quando o semanário foi devastado por um incêndio a 23 de Agosto passado.

Publicidade

Para o ministro moçambicano do interior Amade Miquidade as evidências são claras no caso do incêndio que deflagrou na noite de 23 de agosto no semanário independente Canal de Moçambique.

“Do trabalho pericial, estamos perante uma situação de fogo posto, quer os elementos recolhidos por parte da perícia do SENSAP (Serviço Nacional de Salvação Pública) assim como do Serviço Nacional de Investigação Criminal, apontam para o fogo posto”.

O incêndio ocorrido no semanário Canal de Moçambique reduziu a cinzas a redacção desta publicação que tem denunciado esquemas de corrupção que envolvem algumas figuras ligadas ao poder e mais recentemente, num artigo intitulado o negócio da guerra em cabo delgado, o jornal alegou a existência de um contrato secreto e  ilegal entre o ministério do interior e as empresas de gás natural, na província de cabo delgado no norte do país.

O relato de Maputo é do nosso correspondente Orfeu Lisboa.

Correspondência de Moçambique 03/09/2020

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI