Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Dia mundial da pesca, assinalada em Moçambique, onde a prática prejudica vida marinha

Dia mundial da pesca praticada de forma insustentável e com recurso a artes prejudiciais à vida marinha em Moçambique
Dia mundial da pesca praticada de forma insustentável e com recurso a artes prejudiciais à vida marinha em Moçambique LUSA - RICARDO FRANCO
Texto por: Orfeu Lisboa
4 min

Em Moçambique a pesca está a ser praticada de forma insustentável e com recurso a artes prejudiciais à vida marinha. Preocupação da Ministra do Mar, Águas Interiores e Pescas de Moçambique que aponta ainda a pesca praticada ilegalmente como outro problema.  

Publicidade

No dia mundial da pesca, a ministra moçambicana do Mar, Águas Interiores e Pescas faz uma análise crítica da situação no país e revela o que mais preocupa.   

"Na nossa realidade a pesca continua a ocorrer de forma pouco sustentável , com recurso ao uso de artes nocivas e a pesca ilegal não reportada e não regulamentada que acontece em toda a extensão do nosso território.

"Associados a estes actos ilícitos, assistimos também com preocupação a destruição de mangais e de outros integrantes dos ecossistemas em claro prejuízo do ambiente marinho e não só".   

Por assim dizer, Moçambique perde anualmente 60 milhões de dólares com a pesca ilegal. Augusta Maíta revela, entretanto, que a poluição marinha também preocupa ao executivo.  

Entretanto, diz a governante, por ocasião do dia mundial da pesca que hoje se assinala e em Moçambique, sob o lema incrementar a produção, promovendo a resiliência costeira e pesqueira que o país pretende transformar nos próximos 10 anos a aquacultura artesanal em industrial.  

De Maputo, o nosso correspondente, Orfeu Lisboa. 

Correspondência de Moçambique do dia 21 de Novembro de 2020

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.