Moçambique/ONU

Guterres pede mais apoio internacional para Moçambique

António Guterres, Secretário-Geral da ONU, no Centro de Reassentamento de Mandruzi, distrito de Dondo. 12 de Julho de 2019.
António Guterres, Secretário-Geral da ONU, no Centro de Reassentamento de Mandruzi, distrito de Dondo. 12 de Julho de 2019. WIKUS DE WET / AFP

António Guterres pediu mais apoio internacional para a resposta humanitária em Moçambique, que necessita de 254 milhões de dólares para ultrapassar uma “tripla crise” iniciada há dois anos pelo ciclone Idai.

Publicidade

Num vídeo de dois minutos publicado este sábado, para marcar o segundo aniversário da passagem do ciclone Idai no país, em português, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas lançou um apelo à comunidade internacional “para que intensifique os seus esforços e apoie o plano de resposta humanitária para Moçambique”.

O ciclone Idai atingiu o centro de Moçambique a 15 de Março de 2019. Mais de 600 pessoas morreram e cerca de 1,8 milhão de moçambicanos foram afectados pela tempestade.

Na sua mensagem o secretário-geral da ONU lembra que “a força dos ciclones alerta-nos para o facto de que o tempo está a esgotar-se no combate às alterações climáticas. As tempestades tropicais são cada vez mais intensas e frequentes. Há regiões em África que estão a aquecer a um ritmo duas vezes superior face à média global do planeta. Na verdade, o continente africano sendo dos que tem menores responsabilidades na crise climática, é dos que mais sofre as suas consequências”.

Sucessivas tempestades e ciclones têm vindo a atingir Moçambique, a isto acresce-se a pandemia da covid-19 com o registo de pelo menos 716 mortes e mais de 64 mil infectados e, ainda, a violência no norte, em Cabo que já provocou mais de duas mil mortes e 670 mil pessoas deslocadas, sem habitação, nem alimentos.

António Guterres apelou à solidariedade internacional para um povo que “enfrentar a tripla ameaça resultante da violência, das crises climáticas e da pandemia Covid-19”.  

Apelo à comunidade internacional para que intensifique os seus esforços e apoie o plano de resposta humanitária para Moçambique. O país necessita de 254 milhões de dólares para responder às crescentes necessidades humanitárias provocadas por esta tripla crise”, conclui.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI