Cabo Delgado

Moçambique: Ministério da Defesa confirma ataque a Palma

Fotografia tirada a 24 de Agosto de 2019 a mostrar os restos de uma casa na Aldeia da Paz, na província de Cabo Delgado, após mais um ataque na região.
Fotografia tirada a 24 de Agosto de 2019 a mostrar os restos de uma casa na Aldeia da Paz, na província de Cabo Delgado, após mais um ataque na região. AFP - MARCO LONGARI

Em Moçambique, o Ministério da Defesa confirmou um ataque armado à vila de Palma, no norte do país, junto ao projecto de gás natural de Afungi gerido pela petrolífera Total. As autoridades sublinham que as comunicações com Palma estão interrompidas.

Publicidade

Em declarações à imprensa, esta quinta-feira, Omar Saranga, porta-voz do Ministério da Defesa de Moçambique confirmou que “no dia 24 de Março de 2021, pelas 16h15 [hora local], terroristas atacaram a vila de Palma em três direcções: cruzamento de Pundanhar - Manguna, via de Nhica do Rovuma e o aeródromo, obrigando a população residente a abandonar a vila e a refugiar-se nas matas”. A mesma fonte refere que não há, até ao momento, informações sobre vítimas humanas e danos causados”. 

Omar Saranga  acrescentou que “a vila e o distrito de Palma encontram-se com as comunicações por via móvel interrompidas”. Entretanto fontes locais, citadas pela agência Lusa, dizem estar a receber indicações da região de Palma de que disparos de armas de fogo continuaram durante a manhã de hoje na sede de distrito.

"As forças de defesa e segurança estão a perseguir o movimento do inimigo e trabalham incansavelmente para restabelecer a segurança e a ordem com a maior rapidez", e apelam à vigilância e serenidade da população disse o coronel.

O Ministério da Defesa garante tudo fazer para asegurança e o bem-estar das populações”, “ao mesmo tempo que continuam a garantir a protecção dos projectos económicos”, numa alusão ao projecto de gás liderado pela Total, o maior investimento privado em África, avaliado em cerca de 20 mil milhões de euros.

O ataque aconteceu no dia em que o Governo moçambicano e a petrolífera Total anunciaram a retoma gradual das obras do complexo industrial de Afungi, após reforço das condições de segurança.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI