Cabo Delgado/Terrorismo/Filipe Nyusi

Moçambique: Presidente apela à oração para pôr termo ao terrorismo em Cabo Delgado

Acampamento em Metuge acolhe refugiados e deslocados de Cabo Delgado.
Acampamento em Metuge acolhe refugiados e deslocados de Cabo Delgado. © Alfredo Zuniga AFPmp

É com lágrimas nos olhos que os moçambicanos assinalam esta Sexta-feira Santa, devido aos ataques terroristas em Palma na província de Cabo Delgado, mas o chefe de Estado Filipe Nyusi apela "à oração e à reflexão" para pôr fim aos "actos bárbaros contra a população desarmada". 

Publicidade

Esta Sexta-feira Santa, 2 de abril, para os católicos do mundo inteiro, é celebrada este ano de forma atípica em Moçambique, entre apelos à observância das medidas de prevenção, para travar a propagação da pandemia da Covid-19 e o Presidente Filipe Nyusi que apela à intervenção divina e à oraçãopara pôr termo aos ataques terroristas em Cabo Delgado.  

"Que as orações e as reflexões conduzam os moçambicanos à paz, livrando as populações, hoje directamente vítimas do terrorismo da dôr e do sofrimento".

O administrador apostólico de Pemba Dom António Juliasse Sandramo não esconde o sentimento de quem vive o dia a dia da população . 

"Nós em Pemba celebramos a Semana Santa e a Páscoa, num contexto em que se nos ressalta o coração". 

Os apelos ao fim dos ataques terroristas e que o governo encontre o mais rápido uma solução, é o que mais se ouve nesta Sexta-feira Santa, que antecede ao Domingo de Páscoa. 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI