Moçambique

Ministra moçambicana revoltada com ataques de grupos terroristas em Cabo Delgado

Ministra moçambicana revoltada com ataques de grupos terroristas em Cabo Delgado. Imagem de arquivo de mãe e filho apanhados num ataque terrorista
Ministra moçambicana revoltada com ataques de grupos terroristas em Cabo Delgado. Imagem de arquivo de mãe e filho apanhados num ataque terrorista MARCO LONGARI / AFP

Em Moçambique, revoltante, é como a Ministra da Administração Estatal e Função Pública manifesta o sentimento ao ver o estado em que se encontra a vila sede de Palma após ter sido atacada por grupos terroristas no dia 24 do mês passado. Ana Comoana revela que agora é tempo de buscar forcas e fundos para reconstruir a vila e criar condições para que as instituições voltem a funcionar e a população retome as suas vidas. 

Publicidade

A visita da governante a vila sede de Palma segue-se à tomada de assalto pelos terroristas no dia 24 do mês passado e que deu lugar a violentos confrontos entre estes grupos e as forcas governamentais. Os estragos são avultados conclui Ana Comoana. 

"É a maquina administrativa destruída, são infraestruturas, são os recursos humanos, são os recursos financeiros, patrimoniais que custaram séculos para erguer e numa sentada vemos que perdemos tudo isso."

O Plano de reabilitação e apoio aos deslocados já está desenhado e avaliado em 94 milhões de euros, revelou os números a Presidente do Instituto Nacional de Gestão de Desastres, Luísa Meque. 

"Para a implementação deste plano, temos por mobilizar ainda 7 mil milhões de meticais para fazer face a este plano."

Garantem as autoridades governamentais moçambicanas que em na vila sede de Palma, na província de Cabo Delgado, norte de Moçambique, a vida tende a  voltar a normalidade devido a forte presença militar. 

De Maputo, o nosso correspondente, Orfeu Lisboa. 

Correspondência de Moçambique, 13/4/2021

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI