Renamo acusa governo de não cumprir acordo

Imagem da assinatura do acordo de paz e reconciliação a 1 de Agosto de 2019.
Imagem da assinatura do acordo de paz e reconciliação a 1 de Agosto de 2019. AFP - STRINGER

A Renamo acusa o governo de não estar a cumprir o acordo de integração de cerca de 400 antigos guerrilheiros nas Forças de Defesa e Segurança. A acusação foi feita pelo secretário-geral do principal partido da oposição, André Magibire.

Publicidade

O secretário-geral da Renamo, André Magibire, denuncia o incumprimento de algumas cláusulas do acordo de paz e reconciliação nacional assinado há dois anos entre o chefe de Estado, Filipe Nyusi, e o Presidente da Renamo, Ossufo Momade. Segundo André Magibire,  o governo moçambicano não está a cumprir o acordo de integração dos cerca de 400 antigos guerrilheiros da Renamo nas Forças de Defesa e Segurança no âmbito do projecto de Desmobilização, Desmilitarização e Reintegração (DDR) em curso no país.

As listas dos guerrilheiros já desmobilizados à luz do DDR, no intuito de serem integrados nas Forças de Defesa e Segurança, foram entregues ao governo no início do ano, afirmou o secretário-geral da Renamo, apontando que não há qualquer avanço.

Submetemos a lista de 36, mas já não dizem que a Renamo submeteu a lista dos 36, só que nós, o governo, é que ainda não resolvemos o problema. Já não dizem que a Renamo submeteu a lista dos 362 mas eles não estão a fazer nada, já não dizem… Meus senhores, nós queremos a paz, sim senhor, mas também exigimos que a outra parte cumpra aquilo que está escrito”, afirmou André Magibire que se reuniu com membros do seu partido, em Sofala.

O responsável também endereçou uma mensagem ao grupo de contacto: “Nós queremos ouvir até à próxima semana que aquelas listas dos nossos combatentes todos já foram chamados para serem treinados para a polícia da República de Moçambique.”

O Secretário-Geral da Renamo prossegue visita de trabalho à província de Sofala, no centro de Moçambique.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI