Moçambique

Moçambique vai continuar a acolher refugiados

Deslocados de Palma em Pemba, norte de Moçambique. 2 de Abril de 2021.
Deslocados de Palma em Pemba, norte de Moçambique. 2 de Abril de 2021. AFP - ALFREDO ZUNIGA

As autoridades moçambicanas assumiram hoje o compromisso de continuar a receber e a criar condições para que os refugiados possam desenvolver as suas actividades no país. Dos cerca de 28 mil refugiados e requerentes de asilo acolhidos por Moçambique, 70% são oriundos da região dos Grandes Lagos.

Publicidade

As autoridades moçambicanas vão continuar a receber e a criar condições para que os refugiados possam desenvolver as suas actividades no país. O compromisso foi feito este domingo, dia em que se assinala a jornada Mundial dos Refugiados.

O diretor do Instituto Nacional de Apoio aos Refugiados, Cremildo Abreu, referiu que Moçambique mantém uma política de abertura para  o acolhimento dos refugiados.

“O governo de Moçambique mantém uma política de abertura para recepção e acolhimento de refugiados no território nacional providenciando o acesso a educação, a saúde, actividades de geração de renda e outros serviços básicos necessários para a sua subsistência”, detalhou. 

Moçambique acolhe actualmente cerca de 28 mil refugiados e requerentes de asilo  provenientes, na sua maioria, da região dos Grandes Lagos, sobretudo da República Democrática do Congo, Burundi, Ruanda e da Somália.

O diretor do Instituto Nacional de Apoio aos Refugiados reiterou que Moçambique reconhece a necessidade de proteger os refugiados e de ajudá-los a inserirem-se na sociedade.

“A República de Moçambique reconhece a necessidade de protecção do refugiado por um lado e a continuidade do apoio necessário para a continuidade das suas vidas”, acrescentou. 

De acordo com o relatório anual da Agência da ONU para os refugiados, o número de deslocados fugindo de guerras, perseguições e abusos aumentou em 4% desde o ano passado, e isto apesar da pandemia.

Actualmente contabilizam-se a nível mundial 82,4 milhões de deslocados, ou seja um número duas vezes mais importante do que há dez anos.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI