Terrorismo

António Vitorino está em Moçambique para ouvir as prioridades dos deslocados

António Vitorino é o diretor-geral da Organização Internacional das Migrações e está a visitar Moçambique.
António Vitorino é o diretor-geral da Organização Internacional das Migrações e está a visitar Moçambique. IOM

Ouvir as necessidades dos deslocados e as prioridades do governo para fazer face ao terrorismo e a crise humanitária são objectivos da visita de António Vitorino, director-geral da Organização Internacional das Migrações.

Publicidade

O director-geral da Organização Internacional das Migrações (OIM) está em Moçambique com objectivos revelados no final de um encontro que manteve com o Vice-ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique, Manuel Gonçalves.

"A Organização Internacional das Migrações vem a Moçambique para ouvir quais são as prioridades do governo de Moçambique e das populações afectadas. E saber em que medida é que podemos melhorar a assistência humanitária aos deslocados quer na região da Beira quer na região de Cabo Delgado", afirmou o antigo comissário europeu.

Esta é a segunda visita de Antonio Vitorino a Moçambique e o seu intuito é encorajar o desenvolvimento do país face ao terrorismo que afecta o Norte do território.

"Dar uma palavra de encorajamento ao Governo de Moçambique e ao povo moçambicano, porque a resposta ao radicalismo é o desenvolvimento económico e, nesse sentido, é preciso criar as condições de segurança e de desenvolvimento", acrescentou.

António Vitorino manifestou também abertura da sua organização em ajudar Moçambique a combater igualmente a covid-19.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI