Covid-19

Detida técnica de sáude que vendia cartões de vacinação em Moçambique

O Hospital Geral da Polana Caniço, na capital do país, passou a receber diariamente em média 16 doentes em estado crítico, contra seis recebidos nas primeira e segunda vagas. A terceira vaga da covid-19 ameaça o sistema de Saúde em, Maputo, Moçambique.
O Hospital Geral da Polana Caniço, na capital do país, passou a receber diariamente em média 16 doentes em estado crítico, contra seis recebidos nas primeira e segunda vagas. A terceira vaga da covid-19 ameaça o sistema de Saúde em, Maputo, Moçambique. © LUSA - LUÍSA NHANTUMBO

Uma técnica de saúde está a detida em conexão com a venda de cartões de vacinação na província de Inhambane, no sul de Moçambique. O anúncio foi feito pelo Serviço Nacional de Investigação Criminal, dias depois do presidente moçambicano, Filipe Nyusi, ter denunciado publicamente a existência desta pratica que põe em causa a saúde publica.

Publicidade

Estão sim a venda os cartões de vacinação contra a Covid-19-19 em Moçambique. A preocupação foi inicialmente denunciada pelo chefe de Estado, Filipe Nyusi.

Foi na província de Inhambane, no sul de Moçambique, que a Direcção Provincial de Investigação Criminal, através do seu porta-voz, Alceres Cuamba, anuncia a primeira detenção em conexão com esta prática. 

"Foi detida em flagrante delito esta técnica de medicina preventiva afecta ao Hospital provincial de Inhambane indiciada na pratica de tipo legal de crime de falsificação agravada de documentos. Procedia a venda cobrando um valor de 1000 Meticais [pouca mais de 13 euros] por cada", disse Alceres Cuamba.

A técnica de saúde admitiu ter retirado dois cartões para vender.

O Serviço Nacional de Investigação Criminal garante estar a trabalhar para identificar outros vendedores de cartões de vacinação contra a covid-19 pois acredita tratar-se de uma rede que se dedica a esta prática que compromete a saúde publica em Moçambique, numa altura em que a terceira vaga da covid-19 está a ser severa e caracterizada pelo aumento de numero de óbitos, internamentos e novas infecções. 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI