Resgate/Cabo Delgado

Moçambique: 2 dezenas de pessoas resgatadas das mãos dos grupos terroristas

Distrito de Mocímboa da Praia, no norte de Moçambique.
Distrito de Mocímboa da Praia, no norte de Moçambique. LUSA - LUIS MIGUEL FONSECA

Duas dezenas de pessoas foram resgatadas esta sexta-feira, 18 de setembro, das mãos dos grupos terroristas na localidade de Mbau, no distrito de Mocimboa da Praia, província de Cabo Delgado, norte do país. A informação foi confirmada ontem à imprensa, no Porto de Pemba, pelo Comandante da Marinha de Guerra de Moçambique, Genito Manganimanja.  

Publicidade

O grupo de deslocados resgatados das mãos dos terroristas pelas tropas moçambicanas, do ruanda e da SADC, chegou na noite de ontem à cidade de Pemba a bordo de um navio da marinha de guerra de Moçambique, como confirma o comandante, Genito Manganimanja. 

"Destas 21, duas são crianças de idade 5 e 3 anos de idade. Todos que estavam em Mbau que nós identificámos e recuperámos trouxemos todos", revelou Genito Manganimanja.

Os deslocados, entre crianças, mulheres e idosos resgatados, apresentam-se debilitados e malnutridos. "E a saúde não é tão boa porque como vimos quando entrevistámos, lá tinham problemas de alimentação e os insurgentes passam por lá muitas vezes.  Depois de Mocímboa da Praia, passaram por refeições e depois de ganharem alguma energia trouxemo-los até a cidade de Pemba para seguirem com o tratamento", disse ainda o comandante.

Os ataques terroristas iniciados em Outubro de 2017 em Cabo Delgado, provincia rica em recursos naturais no norte de Moçambique, já provocaram a morte de mais de três mil pessoas e acima de 800 mil deslocados.  

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI