Moçambique

Insegurança alimentar em Moçambique

Em Moçambique, nas províncias de Maputo, Gaza e Inhambane estão em risco de insegurança alimentar.
Em Moçambique, nas províncias de Maputo, Gaza e Inhambane estão em risco de insegurança alimentar. RFI

Em Moçambique, a fraca precipitação, nas províncias de Maputo, Gaza e Inhambane, está a por  em risco de insegurança alimentar cerca de 140 mil pessoas. O representante da Unicef no país já veio dizer que em parceria com o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades vai ajudar a população mais afectada. 

Publicidade

O responsável do Fundo das Nações Unidas para a Infância -UNICEF- Koen Vanormelingen disse que estar em trabalhar em conjunto com Instituto Nacional de Gestão de Calamidades para dar uma resposta rápida à população afectada pela seca.  

Após um período de cheias no centro e norte de Moçambique, no início do ano, o sul do país volta a ser fustigado pela seca, situação que estar a por em causa produção agrícola, a principal fonte de subsistência das população local. 

No distrito de Chigubo, na província de Gaza, o mais atingido até agora, mais de 2.500 famílias foram afectadas pela seca e cerca de 5.000 cabeças de gado foram dadas como perdidas.

Governo tem plano de emergência

Para fazer face à situação, o governo local está a levar a cabo um projeto de construção de sistemas de abastecimento multifuncional, no âmbito da implementação do Plano Local de Adaptação a Mudanças Climáticas, e que permitirá distribuir água para o consumo, e também para o agricultura e pecuária, através da utilização de painéis solares.

Correspondência de Moçambique

Com a colaboração do nosso correspondente em Maputo, Orfeu Lisboa.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI