Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Concursos públicos alvo de corrupção em Moçambique

Texto por: RFI
3 min

Os empreiteiros moçambicanos filiados em várias associações denunciam cobranças ilícitas nas atribuições de concursos públicos, que podem atingir até 10% dos mesmos.

Publicidade

A corrupção é um sério problema em Moçambique. Sem o pagamento de 10%, torna-se impossível ganhar concursos para adjudicação de obras do Estado, queixam-se os empreiteiros. Reunidos em Maputo, a capital moçambicana, os empreiteiros e membros do governo debateram os problemas.

Agostinho Vuma, presidente da Federação dos Empreiteiros de Moçambique, denuncia estes casos de corrupção. "Estamos a pensar em fazer reformas profundas. Eles estão a pensar nas estratégias para roubar dinheiro em tudo o que fazemos. Nós empreiteiros, denunciamos essa práticas", afirmou o dirigente.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

Correspondência de Orfeu Lisboa

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.