Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Corrupção em Moçambique preocupa UE

União Europeia está preocupada com a corrupção em Moçambique
União Europeia está preocupada com a corrupção em Moçambique REUTERS/Vincent Kessler
Texto por: RFI
3 min

O aumento da corrupção em Moçambique está a preocupar a União Europeia. A mensagem foi transmitada pelo representante da instituição no país. Sven Von Burgsdorf apelou à procuradoria-Geral da República para declarar tolerância zero a esta prática.

Publicidade

A União Europeia está preocupada com os níveis crescentes de corrupção em Moçambique e apela a Procuradoria-Geral da República a ter um papel mais interventivo no combate a esta prática.

"No contexto de crise financeira que o país enfrenta é necessário parar o branqueamento de capitais. As autoridades têm a responsabilidade de demonstrar, quando há fortes sinais, ao cidadão moçambicano e à comunidade internacional que executam acções correctivas para garantir a transparência e a legalidade".

Sven Von Burgsdorf, o representante da União Europeia em Moçambique espera por isso que as terceiras jornadas jurídicas do ministério público organizadas pela Procuradoria-Geral, que decorrem até quarta-feira em Maputo, produzam recomendações para reduzir a corrupção, penalizar os criminosos e recuperar os recursos públicos.

No índice de corrupção publicado no início do ano pela Transparecy International, uma coligação global anti-corrupção, Moçambique manteve os mesmos 31 pontos, mas subiu de 119.° para 112.°

Correspondência de Orfeu Lisboa

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.