Moçambique

Quadros da Frelimo reunidos na Matola

http://www.frelimoonline.org/

"A Renamo, principal partido da oposição, está contra a paz e os progressos de Moçambique", acusou o Presidente da Frelimo, partido no poder, e também Chefe de Estado Filipe Nyusi na abertura da 10ª reunião nacional de quadros do seu partido que decorre na Matola, na província de Maputo.

Publicidade

O encontro é um dos passos preparatórios para a realização do 11º congresso da Frelimo que terá lugar em Setembro do próximo ano, 2017, e que vai, entre outros assuntos, analisar a situação política, económica e social de Moçambique.

O Presidente da Frelimo que é também da República acusa a Renamo, o principal partido da oposição, de estar contra o progresso do país.

"A profunda solidariedade para com as vitimas dos ataques da Renamo, inimiga da paz e progresso de Moçambique. Como um partido com responsabilidade governativas, temos a responsabilidade de repor a paz. A nossa tolerância e a paciência não deve significar, nunca, o receio de defender esta pátria que libertámos com muito sacrifício", afirmou Filipe Nyusi que falava na abertura da 10ª conferência nacional de quadros que decorre até segunda-feira na Matola, na província de Maputo no sul do país.

Participam este sábado, 1 de Outubro, na reunião mais de três mil quadros, que vão analisar a situação política, económica e social cujas conclusões irão constar das chamadas teses a serem apresentadas no 11º congresso da Frelimo, partido no poder em Moçambique, agendado para Setembro do próximo ano como nos dá conta o nosso correspondente em Maputo, Orfeu Lisboa.

Correspondência Moçambique

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI