Moçambique / França

Artista moçambicano Samito quer conquistar a França

Capa do disco epónimo SAMITO
Capa do disco epónimo SAMITO DR

O MaMa  (Festival de Músicas Actuais no Norte de Paris) fecha as portas esta noite, após 120 concertos, durante três dias. Lançado há cinco anos, este importante evento cultural é uma "rampa de lançamento" para os jovens talentos. Samito, nascido em Maputo (capital de Moçambique), residente em Montreal (Canadá), actuou nesta Quinta-feira, e afirma desejar conquistar o público francês.  

Publicidade

Samuel Carlos Matsinhe nasceu em Maputo, na capital moçambicana, mas vive há 13 anos em Montreal, no Canadá, depois de ter vivido na África do Sul. O seu nome artístico, SAMITO, começa a ser conhecido, e o Canadá reconheceu-o como a revelação musical do ano 2015. O seu album epónimo, lançado em Maio, tem agradado à crítica e ao público.

O seu percurso musical é rico em viagens e encontros, que o têm inspirado.  A sua música é uma simbiose à qual ele chama "Pop Afro Electrónica". Em conversa connosco, afirmou que o Festival MaMa poderá ser um trampolim para outros voos, e confidenciou que gostaria de conquistar o público francês.

Oiça aqui Samito, depois da sua actuação, nesta Quinta feira, em Paris .

 

Entrevista com Samito

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI