Moçambique

Frelimo responsabiliza a Renamo pela crise em Moçambique

http://www.frelimoonline.org/

A Frelimo, partido no poder em moçambique responsabiliza a Renamo, o principal partido da oposição, pela actual situação de crise político social e económica na qual o país está mergulhado.

Publicidade

As acusações do partido no poder acontecem numa altura em que o país continua com ajuda financeira internacional congelada devido as dívidas contraídas pelo estado a favor de três empresas sem o aval do parlamento.

Numa altura em que Moçambique está privado do apoio financeiro de parceiros de cooperação internacional devido a descoberta de dívidas contraídas sem o aval do parlamento por algumas empresas com garantias do estado, a Frelimo, partido no poder veio neste sábado acusar a Renamo principal partido da oposição de ser o responsável pela actual crise económica que o país atravessa.

"O grande problema do nosso país não é a dívida. O grande problema é a instabilidade política e militar que é protagonizada pela Renamo e pelo seu líder. Este é o responsável ela situação actual", afirmou Margarida Talapa, Chefe da Brigada Central da Frelimo.

A também chefe da bancada parlamentar falava hoje, 22 de Outubro, no Distrito Municipal Kamubukwana em Maputo para os membros do seu partido durante um seminário de lançamento do projecto de estudo das teses ao 11º congresso agendado para Setembro do próximo ano como relata o nosso correspondente em Maputo, Orfeu Lisboa.

Correspondência de Moçambique

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI