Moçambique

Natal moçambicano sob crise económica

Maputo, capital de Moçambique
Maputo, capital de Moçambique Veronique DURRUTY/Gamma-Rapho via Getty Images

A crise económica e a alta de preços dos produtos condicionam a festa de natal da maioria dos moçambicanos. Num país sem feriados religiosos, o simbolismo do Natal perde-se devido aos graves problemas económicos que o país está a enfrentar.

Publicidade

Em tempo de crise, milhares de moçambicanos enfrentam dificuldades na passagem da quadra natalícia.

Para Graça Ribeiro, que confecciona alimentos e vende bebidas, na praia da Costa Sol em Maputo, este natal é o pior dos últimos tempos.

Mesmo assim, com esta situação que faz o retrato de quase toda a sociedade moçambicana numa altura em que o país enfrenta uma profunda crise na sua economia e que afecta o poder de compra dos moçambicanos, o Presidente da República Filipe Nyusi faz as habituais felicitações.

Em Moçambique, o feriado do Natal é oficialmente celebrado como dia da família desde a proclamação da independência nacional em 1975, porque o Estado é laico.

Ouça aqui a reportagem de Orfeu Lisboa, correspondente em Maputo.

  

Natal dos moçambicanos RFI MAPUTO

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI