Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Dhlakama anunciou acordo sobre governadores provinciais

Líder da Renamo, Afonso Dhlakama. 11 de Outubro de 2014.
Líder da Renamo, Afonso Dhlakama. 11 de Outubro de 2014. GIANLUIGI GUERCIA / AFP
Texto por: RFI
3 min

O líder da Renamo, Afonso Dhlakama, anunciou um acordo com o chefe de Estado, Filipe Nyusi, para que em 2019 os governadores provinciais passem a ser eleitos e não nomeados pelo presidente da República. O anúncio foi feito durante a comissão política da Renamo na Gorongosa. 

Publicidade

Esta foi a primeira aparição pública do líder da Renamo, Afonso Dhlakama, um ano e meio depois de ser ter refugiado na serra da Gorongosa, no centro de Moçambique. Dhlakama anunciou que os governadores provinciais vão passar a ser eleitos já a partir das eleições gerais de 2019, fruto de um acordo alcançado com o presidente da tepública, Filipe Nyusi.

A integração das forças da Renamo está ainda em debate, garantiu Afonso Dhlakama. O líder da Renamo preside a reunião, que termina hoje, da comissão política do seu partido, na serra da Gorongosa.

Oiça aqui a reportagem de Orfeu Lisboa, correspondente em Maputo.

Reportagem de Orfeu Lisboa

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.