Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Moçambique: edil de Nampula assassinado a tiro no Dia da Paz

Mahumudo Amurane, Edil de Nampula, assassinado a 4 de Outubro de 2017.
Mahumudo Amurane, Edil de Nampula, assassinado a 4 de Outubro de 2017. DR
4 min

Mahamudo Amurane, edil de Nampula, foi ontem assassinado a tiro frente à sua residência, nos arredores de Nampula horas depois de ter discursado enaltecendo a Paz, no dia em que se assinalavam os 25 anos do Acordo Geral de Paz.

Publicidade

O Presidente do Movimento Democrático de Moçambique - MDM - Daviz Simango exige responsabilização pelo assassínio ontem (4/10) de Mahamudo Amurane autarca de Nampula e membro desta formação política da oposição, embora em linha de colisão com a terceira força política moçambicana.

Orfeu Lisboa, correspondente em Maputo

"O MDM repudia este acto de brutalidade, agressão gratuita e cobardia, e exige que este crime não passe impune".

Vinte e quatro horas depois e, ainda sem pistas o porta-voz da polícia Inácio Dina garante que as investigações ao assassinato já estão em curso.

"A investigação envolve já pela manhã o Ministério Público, está lá a Polícia da República de Moçambique - PRM - está o Serviço Nacional de Investigação Criminal - SNIC - o Ministério Público está a fazer o acompanhamento para deter os possíveis suspeitos".

As reacções ao assassinato foram manifestadas por vários partidos políticos, mas na cidade de Nampula foram mais violentas com populares a amotinarem-se nas ruas para exigir justiça.

O Presidente Filipe Nyusi qualificou o assassínio de "acto hediondo e vigorosamente condenável em todos os sentidos...sobretudo por ocorrer no dia em que exaltamos paz, reconciliação e concórdia, no seio da família moçambicana".

Para a Associação dos Municípios de Moçambique o país perdeu um grande autarca.

Em comunicado ong Amnistia Internacional exige "uma investigação celere, transpoarente e imparcial à morte de um edil anti-corrupção, assassinado por três homens armados não identificados, cujo assassínio é trágico, deplorável e profundamente suspeito".

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.