Moçambique

Cabo Delgado : ataques deixam população aterrorizada

Mocímboa da Praia, em Moçambique. 7 de Março de 2018.
Mocímboa da Praia, em Moçambique. 7 de Março de 2018. ADRIEN BARBIER / AFP
Texto por: RFI
4 min

Em Moçambique, os ataques de homens armados a província de Cabo Delgado no norte do país estão a tirar o sono as autoridades moçambicanas. A população está aterrorizada e o medo toma conta face as investidas do grupo com supostas ligações a movimentos fundamentalistas islâmicos.

Publicidade

O governo moçambicano está apreensivo. O medo e o terror estão instalados entre a população de Cabo Delgado no norte do país devido à onda de ataques protagonizados por homens com supostas ligações a movimentos fundamentalistas.

Jaime Parruque é o governador da província e lamenta a morte por decapitação de 10 pessoas no último domingo, nos povoados de Olumbi e Monjane no distrito de Palma.

Entretanto, a polícia já anunciou o reforço do efectivo para garantir a segurança nesta região que faz fronteira com a Tanzânia.

Entretanto, reunido na 17ª sessão do Conselho de Ministros, o governo moçambicano aprovou a revisão da política de defesa e segurança. Um documento no qual se pretende adequar à Constituição da Republica a realidade que se vive no país e garantir a segurança e soberania, como nos relata o nosso correspondente a partir de Cabo Delgado, Orfeu Lisboa.

Correspondência de Moçambique

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI