Acesso ao principal conteúdo
Moçambique / Nampula

Centenas de pessoas exigem justiça em Nampula

Mahamudo Amurane, antigo autarca de Nampula (imagem de arquivo)
Mahamudo Amurane, antigo autarca de Nampula (imagem de arquivo)
Texto por: RFI
1 min

Foi há um ano que  Mahamudo Amurane, autarca de Nampula, foi assassinado friamente com três tiros à queima-roupa, no rés-do-chão da sua casa. A sua família continua inconsolável, enquanto centenas de pessoas vieram hoje para as ruas daquela cidade para exigir justiça.

Publicidade

Muitas centenas de pessoas saíram à rua na cidade de Nampula, no norte de Moçambique, para homenagear Mahamudo Amurane, antigo autarca de Nampula, assassinado há exactamente um ano, e exigir justiça. Paulo Vahanle, actual edil, faz coro à exigência.

A marcha de homenagem a Mahamudo Amurane, organizada pela Liga Feminina da Renamo, foi acompanhada de reacções um pouco pelo país... disse Manuel de Araújo - que concorre pela sua própria sucessão ao conselho autárquico de Quelimane - que o dia é de luto.

Na véspera deste dia que marca a passagem de um ano sem Mahamudo Amurane, assassinado com três tiros por desconhecidos em frente à sua residência, anunciou o Serviço Nacional de Investigação Criminal SERNIC a conclusão das investigações, e com 10 arguidos, e cujo processo foi remetido à Procuradora Provincial de Nampula para os trâmites legais subsequentes.

Oiça aqui Orfeu Lisboa, correspondente da RFI em Moçambique

 

Correspondência de Moçambique

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.