Acesso ao principal conteúdo
Moçambique

Mulheres moçambicanas pedem fim dos ataques em Sofala

Imagem de arquivo.
Imagem de arquivo. JOHN WESSELS / AFP
Texto por: RFI
3 min

A Organização da Mulher Moçambique apelou ao fim dos ataques em Sofala atribuídos à junta militar da Renamo.

Publicidade

A Organização da Mulher Moçambicana na província de Inhambane está preocupada com a onda de ataques armados que se registam na região centro do país como afirmou Margarida Naete, Secretária provincial da organização.

Já a Associação dos Transportadores de Sofala, na voz do seu presidente Hernâni da Silva, queixa-se de estar a somar prejuízos com a onda de ataques no corredor da Beira e pede a intervenção do Governo.

As Províncias de Sofala e Manica registam desde Outubro ataques armados que as forças de defesa e segurança atribuem à junta militar, grupo dissidente da Renamo, principal partido da oposição em Moçambique.

Mais pormenores com o nosso correspondente, Orfeu Lisboa.

Correspondência de Maputo

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.