Afeganistão/EUA

Conflito no Afeganistão está em um momento crítico, afirma Petraeus

Reuters/Ahmad Masood

O general norte-americano David Petraeus assumiu oficialmente neste domingo o comando dos 150 mil soldados da Força Internacional de assistência à segurança. Ele garantiu que nenhuma mudança de estratégia está prevista e que as tropas internacionais estão ganhando terreno num conflito que está a cada dia mais difícil. 

Publicidade

"Estamos engajados em um conflito difícil. Depois de anos de guerra, chegamos a um momento crítico", declarou o general David Petraeus durante a cerimônia em que assumiu oficialmente o comando das tropas da Otan e das tropas norte-americanas.

"Nós todos reconhecemos a ameaça que os talibãs, Al Qaeda e outros extremistas representam para este país, esta região e o mundo. Nós estamos aqui para ganhar", acrescentou.

Petraeus substitui o general Stanley McChystal, retirado do comando pelo presidente Barack Obama depois de ter criticado o governo norte-americano.

Ele chega ao Afeganistão no momento em que os talibãs se mostram mais fortes desde que foram expulsos de Cabul em 2001. Ao mesmo tempo, as perdas humanas das tropas internacionais aumentam a cada dia.

O novo comandante ressaltou que sua nomeação não significa uma mudança de estratégia. Apesar de as tropas internacionais terem registrado a perda de mais de cem soldados somente no mês de junho, Petraeus afirmou que elas estão ganhando terreno em um conflito cada vez mais difícil.

Ele acrescentou que um recuo dos rebeldes talibãs está previsto para breve, graças a uma nova ofensiva aliada contra os bastiões dos talibãs no sul do País.

"Nós temos que demonstrar ao povo afegão e ao mundo inteiro que a Al Qaeda e seus aliados extremistas não poderão mais instalar seus bastiões no Afeganistão", afirmou o general.

Após a cerimônia, o novo ministro afegão do Interior, Besmilllah Mohammadi, anunciou que soldados norte-americanos e policiais afegãos mataram 63 ativistas talibãs na província de Helmand, no sul do país. Ele indicou que mais de 16 toneladas de droga foram apreendidas durante a operação, que durou 48 horas.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI