Acesso ao principal conteúdo
Israel/Palestinos

Em Paris, Abbas ameaça deixar negociações de paz com Israel

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, e o presidente francês, Nicolas Sarkozy, em Paris.
O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, e o presidente francês, Nicolas Sarkozy, em Paris. Reuters
Texto por: Ana Carolina Dani
2 min

O presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, ameaçou hoje abandonar as negociações de paz com Israel caso sejam mantidas as construções de assentamentos judeus nos territórios palestinos ocupados na Cisjordânia. As declarações foram feitas à rádio francesa Europe 1.

Publicidade

Abbas disse, ainda, que responsabilidade pelo avanço das negociações de paz é do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu. Ontem, em entrevista coletiva ao lado do presidente francês, Nicolas Sarkozy, em Paris, Mahmoud Abbas já havia afirmado que Israel deveria manter por mais 3 ou 4 meses a moratória às construções na Cisjordânia.

No domingo passado, Israel decidiu não prolongar a moratória, que durou 10 meses. A suspensão das construções é, para os palestinos, condição prévia e essencial para a continuidade das negociações de paz, que foram retomadas em um clima de ceticismo e pessimismo no dia 2 de setembro, em Washington

"Se a colonização na Cisjordânia continuar, seremos obrigados a interromper as negociações. Netanyahu deve entender que a paz é mais importante que a colonização", disse Abbas.

O presidente da Autoridade Palestina também disse, hoje, que gostaria que a União Europeia participasse das discussões de paz, que vem sendo acompanhadas pelos Estados Unidos, Egito e Jordânia.

O líder palestino afirmou ter pedido aos norte-americanos que os europeus também participassem da reunião em Washington, que marcou a retomada do diálogo, mas, segundo ele, "a opinião dos Estados Unidos era de que o encontro deveria ser seguido pelo presidente do Egito, Hosni Moubarak, e pelo rei da Jordânia, Abdallah II".

O presidente Mahmoud Abbas deve anunciar, na próxima reunião da Liga Árabe, agendada para o dia 4 de outubro, se vai interromper ou não as negociações. O presidente Nicolas Sarkozy anunciou, ontem, a realização de uma reunião entre Abbas e Netanyahu, em outubro, em Paris.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.