Acesso ao principal conteúdo
Israel/Autoridade Palestina

Palestinos querem interromper negociações de paz com Israel

A reunião em Ramala, neste sábado 2 de outubro, foi presidida pelo líder da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas.
A reunião em Ramala, neste sábado 2 de outubro, foi presidida pelo líder da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas. AFP/ABBAS MOMANI
Texto por: Adriana Brandão
2 min

Os líderes palestinos decidiram neste sábado interromper as negociações de paz com Israel em protesto contra o fim da moratória para a construção de assentamentos judaicos em territórios ocupados. A decisão foi anunciada após reunião do Comitê Executivo da OLP, Organização para a Libertação da Palestina, e do partido Fatah, em Ramala, na Cisjordânia.

Publicidade

”Nós não negociaremos mais enquanto os assentamentos continuarem”, afirmou Abou Roudeina, porta-voz do presidente da Autoridade Palestina Mahmoud Abbas. No entanto, os dirigentes palestinos devem manter o contato com a equipe do enviado americano para o Oriente Médio, George Mitchel. As conclusões desses encontros serão apresentadas durante a reunião da Liga Árabe, no dia 8 de outubro, em Syrte, na Líbia.

Mahmoud Abbas informou que tomará uma decisão final sobre a continuação das negociações, mediadas pelos Estados Unidos, após consultar os chanceleres árabes na cúpula extraordinária de Syrte. Ele já havia ameaçado várias vezes abandonar as discussões de paz com Israel se a colonização recomeçasse.

Apesar das ameaças palestinas e de pressões internacionais, Israel não reconduziu a moratória para a construção de novos assentamentos judaicos na Cisjordânia que estava em vigor há dez meses e expirou em 26 de setembro. As negociações diretas entre palestinos e israelenses foram retomadas no dia dois de setembro em Washington.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.