Acesso ao principal conteúdo
Israel/Palestina

Israel acelera construção de novos assentamentos

Israel não recua diante das críticas internacionais e acelera a construção de novos assentamentos judaicos na Cisjordânia.
Israel não recua diante das críticas internacionais e acelera a construção de novos assentamentos judaicos na Cisjordânia. Reuters
Texto por: RFI
5 min

Cerca de 13 mil unidades habitacionais tem permissão para serem construídas na Cisjordânia. Os palestinos exigem uma nova moratória para dar continuidade às negociações de paz.

Publicidade

Nathalia Watkins, correspondente da RFI em Israel

Israel não recua diante das críticas internacionais e acelera a construção de novos assentamentos judaicos na Cisjordânia. O governo israelense começou a construção de mais de 600 casas no território palestino ocupado, quatro vezes mais do que o ritmo registrado antes do fim da moratória em 26 de setembro. As informações são da ONG Paz Agora.

Segundo Hagit Ofran, funcionária da organização, existem outras 13 mil unidades habitacionais que possuem todas as permissões necessárias de construção na Cisjordânia. De acordo com a ONG, os colonos aceleraram as obras temendo que, se o processo de paz com os palestinos continuar estagnado, o governo de Benjamin Netanyahu interrompa as obras, ainda que temporariamente.

Uma pesquisa semelhante realizada pela agência de notícias Associated Press acusou que muitas dessas construcões acontecem em território que, em qualquer acordo de paz, fariam parte do futuro estado da Palestina e não estão localizadas nos chamados grandes blocos de colônias, que Israel pretende manter após um acordo de paz.

Nathalia Watkins , correspondente da RFI em Israel

A Autoridade Palestina pediu nesta quinta-feira aos Estados Unidos que reajam diante do desafio que representa a intensificação da construção nas colônias. Os palestinos exigem uma nova moratória para prosseguir com as negociações de paz. A Liga Árabe aprovou no dia 8 de outubro a posição de Abbas e concedeu a Washington um prazo de um mês para resolver o impasse.

Uma recente pesquisa de opinião aponta que palestinos e israelenses estao pessimistas quanto ao sucesso das negociações. A sondagem mostra que os israelenses estão divididos quanto à questão do congelamento nas construções: 36% dos israelenses apoiam as construções limitadas aos grandes blocos, enquanto 28% acreditam que a expansão das colônias deve ser ilimitada. 29% disseram aceitar a exigência palestina de moratória total.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.